Meus Outros Primeiros Romances - Poema Oito - Querida Namorada

Photo by Tina Ruzina

Desejo você a cada dia
na minha vida.
Meus pensamentos são só
para você.
Tudo o que faço é pensando
em você.
Tudo que quero é ter você comigo
um dia.
Não é o pedir demais
que você me ame um dia.
Não é sonhar demais
que um dia nossa paixão
se concretize.
No dia em que me
amar, te amarei com uma
fúria selvagem, devastadora,
que você jamais viu em alguém.
Uma fúria que está
dentro de meu ser,
prestes a ser expelida
a qualquer momento.
Se um grande amor eu
viver, esse amor será
com você.
Dentro do meu ser,
você é idolatrada.
Te amo, te adoro,
te quero, te espero,
minha querida
namorada.

04 de outubro de 1992





Meus Outros Primeiros Romances - Poema Sete - Você

Photo by Tina Ruzina

À noite, quando me sinto
sozinho, começo a pensar
em você insistentemente.
Você nunca saiu do meu
pensamento, desde o dia em
que eu te conheci.
O seu rosto é tão lindo e
angelical que me deixa
louco de paixão.
O seu jeito meigo impulsiona
ainda mais o meu
amor por você.
O seu corpo não é um objeto,
e, sim, um monumento
para apreciação.

À noite, sob a luz do luar,
choro por você não estar
perto de mim.
Há muito tempo te amo.
Por quanto tempo te amarei?
Terei muitos dias para lhe amar…
A luz das estrelas
me faz lembrar o brilho do
seu olhar.
Um dia nos amaremos tanto,
que quando a estrada de
nossa vida chegar ao fim,
nós não nos arrependeremos
pelo que fizemos ou não.

03 de outubro de 1992





Meus Outros Primeiros Romances - Poema Seis - Amor Destruidor

Photo by Tina Ruzina

Corrói o meu coração
um sentimento de paixão,
que de um dia para o outro
vai criando mais intensidade.

Corrói o meu coração
uma intensa imensidão
de amor que, juro para você,
será eterno.

Corrói o meu coração
tudo o que adoro e amo,
e coisas que odeio e
detesto.

Corrói o meu coração
um amor intenso,
um carinho imenso,
que cresce a cada dia lento.

Corrói o meu coração
paixões que nunca tive e terei,
amores que nunca tive e
um dia terei.

Corrói o meu coração
duras razões e paixões ardentes
que existirão em mim
para sempre.

Corrói o meu coração
uma grande paixão,
um amor profundo,
repleto de uma profunda paixão.

10 de setembro de 1992





Meus Outros Primeiros Romances - Poema Cinco - Pensamentos E Paixões

Photo by Tina Ruzina

Passo dias e noites a pensar em
você.
Passo horas querendo
te ter.
Passo semanas pensando no seu
corpo junto ao meu.
Passo meses pensando em te
beijar.
Passo tempos te amando por
querer.
Vejo o sol no poente e me
lembro de você, que um dia
amei, amarei e amo.
Contemplou a lua no céu, um
grande astro, que me dá forças
para te amar sem ser falso.
Rezo todos os dias para que
me ame um dia.
Juro a mim mesmo,
por tudo que há no céu e
na terra, que te conquistarei
um dia.

10 de setembro de 1992

Meus Outros Primeiros Romances - Poema Quatro - Declaração De Amor


Photo by Tina Ruzina

Muito mais do que simples palavras, venho por meio destes versos, abrir o meu coração.
Mesmo se um dia um amor verdadeiro eu tiver, não será tão intenso como esse que sinto por você.
Uma vez me rejeitou,
mas te perdoei por isso.
Muitas paixões tive,
mas nunca me motivei
a me declarar a alguém, pois
não gostavam de mim.
Sempre que tenho um
grande sentimento por uma mulher,
o coração dela é de outro.
Retiro todo o meu ódio
por meus inimigos
quando me apaixono por uma mulher.
Amo em silêncio.
Admiro em silêncio.
Sofro em silêncio.
Esse silêncio não vou aguentar
mais.
Agora que abri meu coração
para você, quero me declarar
a você: Eu te amo, amo, amo.
Juro que te amo mais do
que a outras mulheres que amei.
Se não quiser agora,
deixe eu lhe amar só por um dia,
só por uma noite,
e eu me satisfarei só com esse
lampejo de paixão.
A partir desse lampejo de paixão,
não sofrerei nem mais um dia,
nem mais um minuto na
minha vida.
Revelarei minhas paixões, meus
amores, e deixarei o ódio de
lado.
O ódio só leva à destruição da
alma e do coração,
é um sentimento tão intenso
como o amor, mas perde
para este último.
O amor vence o ódio, pois é
puro e abençoado.
Meu coração bate sem parar
quando penso em você;
minha alma quase explode
quando penso em seu rosto.
Esse é um exemplo de que o
amor é mais forte que o ódio.
Até aqui revelei minha paixão
por você, não escolho palavras
para revelar-lhe todo o meu
sentimento por você.
Penso que um dia,
e intensamente penso assim,
você me amará tão fervorosamente
como te amo agora.
Espero por esse dia calmamente.
O meu amor por você supera
a morte; e mesmo que eu morra,
em algum lugar que eu estiver,
continuarei te amando loucamente.

04 de outubro de 1992





Meus Outros Primeiros Romances - Poema Três - A Chama Da Paixão

Photo by Tina Ruzina

A chama da minha paixão.
Essa chama nunca se apagará.
O brilho do seu olhar também
não.
O calor do seu corpo junto ao meu
ficará para sempre na minha pele.
Te amo porque essa chama
me dá as forças que preciso
para te amar.
Paixão incontrolável essa.
Às vezes me pergunto:
por que eu te amo?
Será que o seu rosto é uma
expressão angelical para mim?
Ou será que gostei de você
só por ser meiga?
Perguntas, perguntas e mais perguntas.
Quem entende os mistérios do
coração?
As razões da paixão?
Ninguém.
Amar uma pessoa sem se importar
com a sua idade é incompreensível.
Talvez a idade avançada seja
símbolo de sabedoria, maturidade e
pureza de espírito.
Amar uma pessoa jovem é amar
uma mulher linda, charmosa,
elegante.
O amor é como um teatro.
Os atores são como os apaixonados.
Cada paixão é como uma peça de teatro.
Representamos igualmente como
um ator que interpreta um
personagem envolvente e forte.
Representamos essa peça a cada
minuto de nossa vida.
Amamos.
Odiamos.
Magoamos.
Perdoamos.
Prometemos.
Falamos.
Deixamos.
Destruímos.
Acabamos.
Arrasamos.
Amamos mais uma vez.
Isso tudo faz parte da
vida de um apaixonados.

16 de outubro de 1992





Meus Outros Primeiros Romances - Poema Dois - Amor Poderoso Amor

Photo by Tina Ruzina


O sol é um astro imortal,
imponente e forte como qualquer
outro.
Assim como o sol, o amor é
uma chama que queima e
arrasa corações.
O amor é forte sentimento, com
muito poder para destruir um
coração.
O amor é o mais puro sentimento,
que não fica gasto com o tempo,
ao longo das eras.
O amor é imortal como o vento,
que nunca se apagou do
mundo.
O amor é quente como o inferno,
que queima as almas dos
perdidos.
O amor é estranho como o espaço,
frio e gelado, cheio de
segredos e mistérios.
O amor é poderoso como a alma,
que nunca morre e se
despedaça.
O amor é superior ao ódio,
este sentimento que causa dor e
morte.
O amor é celeste como os anjos,
pois é puro e cheio de
encantos.
O amor é responsável pelas grandes
paixões que existem, existiram e
existirão neste mundo.

16 de outubro de 1992





Meu Perfil No Facebook

Estes Romances No Facebook

Romances De Um Nada Romântico

Romântico?

Romântico Inominável? Amores? Paixões? Aqui, Veremos Se Este Inominável Ser, Coveiro, Jardineiro, Louco E Muito Mais, Pode Ser Romântico Inominavelmente...

Category 1

O Romântico Inominável

Minha foto
Nos Infernos, O Abismo

Total de visualizações de página

Prêmios

Recebido do blog Atrevida:
Recebido do blog A LOBA DE RAY BAN: