Grande Noite,

Descalços E Indóceis Nos Romances Circulares

22:20:00 Inominável Ser 0 Comments


Cheguei na casa doce,

Subi a escada salgada,

Era chuva lá fora ingrata,

Era você me aguardando

Com o seu olhar de pantera

Pronta para ser caçada...


Viajo em seus lábios de pantera,

A caçada começa,

Teus beijos brincam com todos

Os parques do meu país,

Eu sou tirano pedindo apenas

Para girar contigo em todo luar...


Noite falante em nós aqui,

Noite vibrante em nós aqui,

Grande Noite,

Pagão Ser,

Deusa Noite,

Deixai O Romance Circular!


Deixai,

Deusa Noite,

Em Teu Romance Noturno,

Que nós saiamos da

Imobilidade Humana

E Giremos Na Mobilidade!

Deixai,

Deusa Noite,

Em Teu Romance Girante

De Romances Girantes,

Que nós nos tornemos

Como O Casal Cósmico!


Deixai,

Deusa Noite,

Em Teu Romântico Girar,

Que nós nos agigantemos,

Pelo menos em Tuas Horas,

No Desejante Prazer De Girar!


GIRAR

AMAR

GIRAR

AMAR

GIRAR

AMAR!!!


GIRAR

GIRAR

GIRAR

GIRAR

GIRAR

GIRAR!!!


AMAR

AMAR

AMAR

AMAR

AMAR

AMAR!!!


GIRAR!!!


AMAR!!!


GIRAR!!!


AMAR!!!


GIRAR!!!


AMAR!!!


GIRAR!!!


AMAR!!!


GIRAR!!!

AMAR!!!


GIRAR!!!


AMAR!!!


Nós conseguimos,

Amada Girante,

Eu e você,

Na Grande Noite,

Pusemos para longe

O Imóvel Lar...


Girando,

Amando,

Romantizando,

Plenos,

Supremos,

No Móvel Lar...


Inominável Ser

GIRANTE

COM ELA

NO MÓVEL LAR




0 Românticos Aqui Se Revelaram: