Malina Dos Olhos De Tempestades

Malina Dos Olhos De Tempestades - Canto I

22:13:00 Inominável Ser 2 Comments


Canções e mais canções,

Malina,

Animam este meu olhar

De poeta bardo de algum

Possível olhar

Que até ti

Possa surgir

Como imenso bálsamo

De intenso mar...


Já te banhastes

Com o brilho

Das Estrelas Maiores

Da Eternidade,

Malina?


Já vistes em

Honra E Glória

O Alvorecer Das Alturas

Da Infinitude,

Malina?


Já sentistes

O Canto Da Fênix

Fazendo-te

Renascida,

Malina?


Teus olhos,

Malina,

Teus olhos,

São

Estrelas Maiores

Da Eternidade...


Teus olhos,

Malina,

Teus olhos,

São

Alvoreceres Das Alturas

Da Infinitude...


Teus olhos,

Malina,

Teus olhos,

São

O Canto Da Fênix

Renascida...


Potência,

Fulgor,

Profundidade,

Teus Olhos

De Tempestades!


Raio,

Alto,

Poder,

Teus Olhos

De Tempestades!


Espírito,

Grito,

Ser,

Teus Olhos

De Tempestades!


Malina Dos Olhos

De Tempestades,

Até ti eu vou

Seguindo de manso

Entre paredes recheadas

De românticas mensagens...


Malina Dos Olhos

De Tempestades,

Até ti eu vou

Plantando flores viventes

Que para ti crescem

E se voltam...


Malina Dos Olhos

De Tempestades,

Até ti eu ergo

Este Romance,

O Romance Do Inominável Ser

Eternizando-Te...


E o teu

Romance,

Malina,

O Romance De Malina

Dos Olhos De Tempestades,

Aqui fica

Aqui fica

Aqui fica

Aqui fica

Aqui fica

Aqui fica

Aqui fica

Aqui fica

Aqui fica

Nesta alma minha

De bardo encantado

Pelo Poder de vossas

Infinitas tempestades...


Malina e

Seus olhos:

Tempestades...


Malina e

Suas tempestades:

Existencialidade...


Malina e

Seu existir:

Alegria para mim...


Inominável Ser

PARA

MALINA DOS OLHOS

DE TEMPESTADES




2 Românticos Aqui Se Revelaram:

Cinza,

O Cinza E O Negro De Vosso Romântico Ser

21:51:00 Inominável Ser 0 Comments




Esteticamente

sou aquele que tece

a maravilha solitária

de um romance

entre romances

de taças quebradas

de vinho

e garrafas lançadas

contra as paredes

de papelão


Louco

sou louco pelo

romance que não possuo

romance contigo

Dama Do Cinza

Dama Do Negro

O Cinza E O Negro

De Vosso Romântico

Ser


Romântico

Sou

aquele que venera fantasmas

de momentos que não

são vividos

e nem vívidos

estou me encarcerando

na angústia

de não ter os beijos

de uma delícia

de mulher


Lamento

meu solitário

estado

e debocho

de mim mesmo

escrevendo meus Romances

Romances Recheados

De Cinza

Romances Recheados

De Negro

O Cinza E O Negro

De Vosso Romântico

Ser


Lâminas

foram sendo quebradas

eu sou frágil

romantizando

abro um sorriso

de pobre desesperado

bardo de românticos sonhos

e sonhos

oh, meus sonhos!

oh, meus sonhos!

oh, meus sonhos!

sonhos meus se acabando

diante da incerteza

de não saber

que terei

o beijo de uma

romantizada mulher


Espelhos

quebrando meus meios

meios separando

meus intensos remendos

meus sentimentos

abertos a um mundo

de seres não-românticos

de não-românticos seres

e eu continuando sozinho

sozinho desejando

O Cinza

sozinho desejando

O Negro

O Cinza E O Negro

De Vosso Romântico

Ser


Inominável Ser

SEM O CINZA

SEM O NEGRO

DO ROMÂNTICO SER

DELA




0 Românticos Aqui Se Revelaram:

Busca,

Um Espaço, Uma Figura, Uma Busca

21:31:00 Inominável Ser 0 Comments


Um Espaço moldo

em meus Romances,

Uma Figura moldo

em meus Romances,

Uma Busca moldo

em meus Romances.


Se sou piegas,

Se sou antiquado,

Se sou babaca

Aqui romantizando,

O problema não é meu,

É do meu transe.


O Transe,

O Grande Transe,

Grande Transe Da Escrita,

Grande Transe Da Poesia,

que somente escritores e poetas

compreendem à beça.


Não é preciso ser escritor

e nem é preciso ser poeta

para romantizar mesmo entre

as atuais trevas

da contemporaneidade,

basta querer luzes no ar.


Luzes como a de uma

moça das maravilhas todas

que vem de

Um Espaço,

Uma Figura,

Uma Busca...


A moça das maravilhas todas

É De Espaço Arrruinado,

É De Figura Erguida,

É De Busca Infinita,

e me ama,

sei que infinitamente me ama...


A moça das maravilhas todas

É Um Espaço Aqui,

É Uma Figura Ali,

É Uma Busca Em Mim,

É Tudo E É Mais

Do Meu Tudo E Do Meu Mais...


A moça das maravilhosas todas

É Um Espaço Alado,

É Uma Figura Dourada,

É Uma Busca Alta,

Senda De Mares De Todas

As Ondas Amadas...


A moça das maravilhas todas

É Um Espaço,

É Uma Figura,

É Uma Busca,

Das Minhas Buscas Em Figuras

De Espaços...


A Moça Inominável

Da Maravilha Do Espaço

Figurativo

Da Busca Inominável

É A Grande Mulher

Agora ao meu lado.


E a vossa moça

das maravilhas todas,

homem?


E o vosso moço

das maravilhas todas,

mulher?


E a vossa moça

das maravilhas todas,

mulher?


E o vosso moço

das maravilhas todas,

homem?


Estão ao vosso lado agora,

Romanticamente

Em Um Espaço,

Em Uma Figura,

Em Uma Busca,

Toda Amorosamente

Infindável?


Inominável Ser

AO LADO

DE UMA MOÇA

MARAVILHOSAMENTE

INOMINÁVEL




0 Românticos Aqui Se Revelaram:

Árvores,

Das Muitas Árvores E Das Poucas Raízes

22:09:00 Inominável Ser 0 Comments


Transe estranho

Campo estranho

E eu acampo

Entre as árvores

Que não caem mortas

E ao mesmo tempo estão

Totalmente mortas

Diante da fúria grosseira

Da estupidez passageira

Da materialidade


Será que estou amando

Uma estranha

De terra estranha

Que eu nunca verei

Diante das poucas raízes

Que tenho plantadas

Em meu solo

De poeta sem nada?


Eu não queria ter o acreditar

Em uma fantasia tal

Pois lido com a lira

E sou um poeta marginal

Marginal de árvores ressequidas

Que tentam romanticamente poetizar

Marginal faminto pela consideração

De seus escritos altos

E de seus escritos vãos

Marginal louco amando

Uma estranha que nunca verá

Diante de suas poucas raízes

De equilibrada razão


Sou semente que nascida

Foi separada do resto das

Boas árvores

Sei que desagrado

Ao invés de ser de bom grado

E selo meus dedos

Diante do provável

Busco o improvável

Em minhas poucas raízes

De sanidade

E ergo as árvores da coragem

Amando uma estranha

Que não terei ao meu

Romântico lado


Mudanças e mudanças

Caindo chuvas

Caindo lembranças

Cada ponto

Cada chama

Cada frase

Cada verso

Cada canto

Cada lágrima

Cada choro

Cada silêncio

De um Romântico Inominável

Como eu

Sempre é pelas estranhas distantes

Que ele ama

Sem ter uma árvore sequer

Das muitas árvores

Dos homens mais amados

Para poder plantar

Aos pés de suas estranhas distantes

Amadas


Insisto nestes Romances

Romances Das Poucas Raízes

De Coveiro tenho muito

De Louco tenho tudo

De Jardineiro tenho mais

De Inominável Filho De Lilith

Tenho demais

De Muitos E Muitos E Muitos

Inomináveis A Mais Em Mim

Tenho infinitos mais

E não perco as poucas raízes

Tenho poucas raízes

As Raízes Das Árvores Inomináveis

Que Romantizam

E cada uma delas acolhe

Meus Romances

Meus Delírios

Meus Enterros

Meus Jardins

Meus Outros Caminhos


Estranha que sete infinitas vezes

Romantizo com poucas raízes

Ao teu Ser guio

Meu Romântico Ser

E julgo em ti plantar

Árvores Do Alto Amar

E juro em ti colher

Mesmo distante

Mesmo sem nunca te ver

Árvores Do Mais Alto Puro Amar


Eu sou triste

O Triste Ser De Poucas Raízes

Mas Procuro Amar

E Sou Amado

Pelas Inomináveis

Do Grande Alto Mar


Mas quero também

Ser amado

Pelas nomeáveis

Do Terrestre Mar

Que longe estão

Que estranhas são

Longe das minhas poucas

Raízes

Estranhas às minhas poucas

Raízes

Ignorantes do meu

Romântico Prazer

Em aqui Romantizar

Cada Árvore Do Grande Ser

Do Verdadeiro Amor


Uma Árvore De Infinitas

Raízes

Uma Árvore De Infinitas

Árvores

Que Daqui Busco

Romanticamente Abraçar


Inominável Ser

ROMANTICAMENTE

ABRAÇANDO

AS SUAS POUCAS

RAÍZES




0 Românticos Aqui Se Revelaram:

Dama,

Tudo É A Coroa Da Rósea Negra Noite...

21:07:00 Inominável Ser 0 Comments


Sujeito aos roubos

do teu olhar,

Tudo É A Coroa

Da Rósea Negra Noite...


Esperado nu

em teu olhar,

Tudo É A Coroa

Da Rósea Negra Noite...


Roubas meu

Ser,

estranha menina bela,

Tudo É A Coroa

Da Rósea Negra Noite...


Tu me desnudas

completamente louco,

bela moça distante,

Tudo É A Coroa

Da Rósea Negra Noite...


Roubo,

que romântico crime,

mulher de altos deliciosos perigos,

Tudo É A Coroa

Da Rósea Negra Noite...


Nudez,

que romântico castigo,

senhorita estelar da estrada minha,

Tudo É A Coroa

Da Rósea Negra Noite...


Roubado,

perco os sentidos,

senhora do amoroso espetáculo,

Tudo É A Coroa

Da Rósea Negra Noite...


Desnudado,

recobre-me o vento amado,

cálida amada santa sem altar,

Tudo É A Coroa

Da Rósea Negra Noite...


Roubar,

quero roubar-te toda para mim,

criminosa de amorosas escolhas,

Tudo É A Coroa

Da Rósea Negra Noite...


Desnudar,

quero desnudar-te toda diante de mim,

fugitiva das minhas amorosas acolhidas,

Tudo É A Coroa

Da Rósea Negra Noite...


O Roubo,

A Nudez,

Dama Que Amorosamente Me Rouba Nu,

Tudo É A Coroa

Da Rósea Negra Noite...


Inominável Ser

ROUBADO

NU

AMOROSAMENTE

POR UMA DAMA

DA RÓSEA NEGRA NOITE




0 Românticos Aqui Se Revelaram: