A Rainha,

A Rainha Das Românticas Trevas Do Mundo - Canto III

00:31:00 Inominável Ser 0 Comments


A dor n'alma arrebenta

qual

qual

qual

uma tempestade suprema

de brutalidades,

existenciais

brutalidades...


O Tempo me tortura!


Amo O Tempo!


Amo A Tortura!


Rainha Das Românticas Trevas

Do Mundo,

Qual a melhor estrutura

Para romantizar

Aquela que

É advinda

Da Tortura

De não se saber amado

Por nenhuma alma

Feminina?


Rainha Das Românticas Trevas

Do Mundo,

Qual a melhor conjuntura

Para romantizar,

Aquela que é infinda

No espaço longo

Das dores minhas

Em ser um bardo

Incompreendido,

Solitário,

Desprezo pela alma

Feminina?


Rainha Das Românticas Trevas

Do Mundo,

Teu Silêncio,

Ah,

O Teu Silêncio,

De mãos dadas

Com minha Mamãe Lilith

Tu me direcionas as mensagens

Que dizem que

Os meus Romances

Não são para as humanas...


Febril loucura,

Então,

Para quem são

Os Romances

Meus?


A Rainha,

Ela,

Junto a Lilith,

Beijando Lilith,

Silenciosamente me diz

Que romantizo

Ao Feminino Espírito Eterno,

O que toda mulher

Verdadeiramente É

Em suas

Trevas Interiores...


A Rainha

E a minha

Mãe Lilith,

Beijando-se...


Elas,

A Rainha,

Lilith,

Em um

Romântico Beijo...


Rainha,

Lilith,

São para Vós

Duas

Os Romances!


Inomináveis,

Amadas Noturnas

Inomináveis,

São para Vós

Os Romances!


Deusas,

Ninfas,

Sereias,

Pombagiras,

São Para Vós

Os Romances!


Compreendo,

Rainha,

Compreendo,

Não há Amor para mim

Na Matéria,

Eu não sou

Da Matéria,

Minhas Amadas

Não são

Da Matéria,

Minha Mulher Escarlate

Não é

Da Matéria,

Minha Deusa Complementar

Não é

Da Matéria...


Rainha,

Que As Românticas Trevas

Do Mundo,

Me Guiem Mais

Em Direção A Todas

Que Recebem

A Minha Romântica Poesia

De Nada Romântico!


Que me desprezem

E me ignorem

Eternamente

Na Matéria!


Sou amado

Na Imaterialidade

E Nas Trevas!


Inominável Ser

COM AS SUAS

ESPOSAS E NAMORADAS

NA IMATERIALIDADE

E NAS TREVAS

GOVERNADAS PELA

RAINHA

E FILHAS DE

LILITH






0 Românticos Aqui Se Revelaram:

A Rainha,

A Rainha Das Românticas Trevas Do Mundo - Canto II

20:23:00 Inominável Ser 0 Comments


É suicídio ficar assim

tão perto operativamente

das Mil Infinitas Trevas

Do Múltiplo Fim,

amando

amando

amando

A Rainha


Suicidio

Eterno Suicídio

Tremendo Eterno Suicídio

amar

amar

amar

A Rainha

assim


Mas,

o concluir do suicidar-me

não é simples assim,

minha lenta tuberculose

é qual a de meu

Grande Irmão

Álvares de Azevedo,

outro

amante

amante

amante

da

Rainha


Ah,

meu Grande Irmão,

Irmão Álvares,

como Ela

dignifica nossas lágrimas

em meio das nossas

Românticas Trevas

Sendo tão

Senhora Absoluta

Das Nossas

Interiores Trevas!


Ah,

Grande Irmão Álvares,

Grande Álvares

de Azevedo,

Vejas só,

Vejas

Vejas

Vejas

A Rainha

Conduzindo Os Carros

Da Caravana Das Trevas

Em Direção

Ao Verdadeiro Amor!


Ah,

Álvares,

A Rainha,

Senhora Amiga Nossa

Em Todas As Nossas

Primeiras

E Últimas

Amadas Lágrimas!


Ah,

Álvares de Azevedo,

Sonora Luzidia Rainha

É Nossa Estrela Guardiã,

guardamos em nós

a lembrança

dos Beijos Dela

nas Trevas

que eternamente

nos romantizam

nos romantizam

nos romantizam

nos romantizam

nos romantizam

nos romantizam

nos romantizam

nos romantizam

nos romantizam...


Inominável Ser

COM SEU

GRANDE IRMÃO

ÁLVARES DE AZEVEDO

DIANTE

DA RAINHA






0 Românticos Aqui Se Revelaram:

A Rainha,

A Rainha Das Românticas Trevas Do Mundo - Canto I

13:27:00 Inominável Ser 0 Comments


A Rainha aguarda

pelos tributos pagos

pelas românticas lágrimas

de Seres como eu


E de quais Seres

estou aqui a falar?


De qual espécie de Seres

estou aqui a falar?


De qual gênero de Seres

estou aqui a falar?


Com certeza

eu não pertenço

como muitos que agora

estão em meu redor

a esta Humanidade

que não romantiza

em altas e largas

escalas


Com certeza

eu não sou humano

sou de alguma

Raça Antiga

sou de alguma

Raça Perdida

entre

A Era Das Trevas

e

A Era Das Luzes


Com certeza

com todas as minhas

mais profundas certezas

não sou um ser humano

como talvez tu sejas

um ser humano unicamente

pragmático

egoísta

egocêntrico

nada romântico


A Rainha chama

a minha atenção

Ela me diz que possuo

um pouco da irracional

humana capacidade

de não romantizar

quando às vezes

não me aconchego

em Seu Lar


A Rainha me ama

e aos meus aqui

nas Românticas Trevas

nas quais possuo namoradas

que me são fiéis

por partilharem comigo

das certezas e das incertezas

também

todas mutáveis

sobre o alvorecer e o anoitecer

entre o entardecer

dos beijos que trocamos


A Rainha me ama

A Rainha nos ama

A Rainha Das Românticas

Trevas Do Mundo

É A Grande Mãe

Dos Românticos Inomináveis

como eu

como Elas

As Inomináveis

como nossos Irmãos

Os Inomináveis


A Rainha Adormece

A Rainha Adormecida

Sempre Eternamente Adormecida

Seus Sonhos São

A Inominável Estrada

Que Nós

Os Inomináveis

Romanticamente Trilhamos


A Rainha Despertando

A Rainha Desperta

Sempre Eternamente Desperta

Seus Sonhos São

A Inominável Centelha

Que Nós

Os Inomináveis

Romanticamente Preservamos


A Rainha

Uma Inominável

Inominável Rainha

Inominável Romântica Rainha

Protetora E Mãe

Dos Que Inominavelmente

Romantizam

Nas Românticas

Trevas Do Mundo


A Rainha

Inominável

Protetora

Mãe

Nas Românticas

Trevas Do Mundo

das quais nós

Os Inomináveis

Somos


Românticas

Trevas Do Mundo

das quais sou

orgulhosamente

romântico


Inominável Ser

DAS ROMÂNTICAS

TREVAS DO MUNDO






0 Românticos Aqui Se Revelaram:

Alto Amor,

As Infinitas Rosas Do Negro Romance

12:51:00 Inominável Ser 0 Comments


O Negro

O Rubro

O Brônzeo

O Dourado

Cores Amantes

Do Negro Romance


O Campo

A Espada

A Armadura

A Jóia

Elementos Filiados

Ao Negro Romance


Nas Trevas

O Amor

É De Rosas Colhidas

Nos Campos

Mui Férteis

Do Negro Romance


Nas Trevas

Amar É Ser As Rosas

Que Espetam As Mãos

E São Carinhosamente

Reconhecidas Como

O Negro Romance


Nas Trevas

O Amor Ampara

Deuses E Humanos

Fadas E Demais Não-Humanos

Todos Uma Vez São

Do Negro Romance


Luzes

Luzes Surgem

As Rosas Esvoaçantes

Em Pétalas Pelos Campos

De Vidas A Mais

Do Negro Romance


Luzes

Luzes Evocadas

O Sol Do Amor Surge

Alimentando As Rosas

Eu Recebo Seus Raios

E Me Ponho A Abraçar

O Negro Romance


Luzes

Luzes Invocadas

Os Romances Solares

No Negro Romance

Nasce O Alto Amor

Nos Que Estão

Nas Trevas

Romanticamente


Nasceu Em Meu

Poético Coração Inominável

O Alto Amor

E Carrego Todas As Rosas

Do Negro Romance

Em Todos Os Romances

Nos Quais Também Estou


Nasço Romantizando

A Cada Romance

De Meu Negro Alto Amor

Sou O Filho Das Trevas

Que Encontrou

As Verdadeiras Rosas

Que Fazem Amar


Romântico Róseo

Negro Romântico

Negro Romance

Alimento

Sustento

Terreno

Espelhado


Inominável Ser

COM AS

INFINITAS ROSAS

DO NEGRO ROMANCE

EM SUAS MÃOS






0 Românticos Aqui Se Revelaram:

A Senhora,

A Silenciosa Senhora D'Alma Minha

12:29:00 Inominável Ser 0 Comments


Lago milgaroso de infinitas profundidades,

minha consciência torna-se

mil consciências

e eu me transformo

no lírio perto das pedras quedantes

de áridos vales


Minha alma vaga nas sombras

de uma floresta estranhamente

amiga dos meus terrores

e as harpas dos Elfos Negros

tocam melodias arcanas

que chamam por Ela


As Danças são múltiplas

dançam as flores noturnas

dançam as folhas noturnas

dançam as raízes noturnas

e todo dia naquela floresta

é A Noite Mais Eterna


Ela Dança Sendo As Flores Eternas

Ela Dança Sendo As Folhas Eternas

Ela Dança Sendo As Raízes Eternas

Ela chega

Ela sorri

Ela me acalma


Triste não fica mais a alma minha

A Senhora chegou

A Senhora d'alma minha chegou

e silenciou o terror e o tremor

e o temor e o torpor

e por fim me amamentou


A Senhora chega sempre que

em lagos tenebrosos estou

e romantiza n'alma minha

Seu Silêncio De Alto Profundo Amor

O Silêncio Dos Lagos Antigos

O Silêncio Das Deusas Naturais


A Senhora silencia-me

os versos são do Silêncio Eterno

Fadas Negras dançando

Anjos Negros dançando

no mais profundo dos meus lagos

Ela silencia meus internos cadafalsos


Inominável Ser

SILENCIADO PELA

SENHORA DE SUA

ALMA ETERNA





0 Românticos Aqui Se Revelaram: