A Rainha,

A Rainha Das Românticas Trevas Do Mundo - Canto IV

22:04:00 Inominável Ser 0 Comments


Meus passos vagabundos

resvalam pela ruas

do meu plebeu mundo...

Estou na solidão pedida

pela alma errante minha

à Esquerda

da Estrada Existencial...


A Mão Esquerda

me guia

e dou o sinal de pedidos

de muitos socorros

ao Teu Olhar,

Rainha...


socorro,

Rainha...


socorro,

Rainha...


socorro,

Rainha...


Pelos Deuses Das Trevas

Dos Amores Perdidos,

Rainha,

estou na pior fase

desta minha

romântica sina,

as poucas janelas boas

do meu quarto

se quebram,

as poucas chances

de conseguir a atenção

de belas damas

se vão ao varrer do solo

de uma vassoura chamada

minha falta de chão

e de mais alimentante

pão...


As dificuldades,

Rainha,

romantizam...


As lacrimosas dificuldades,

Rainha,

romantizam...


As lágrimas,

Rainha,

enxugam-me as feridas,

é demais

é demais

é demais

é demais

é demais

é demais

é demais

é demais

é demais...


é demais...


A Chave Do Portal

Da Cósmica Felicidade

não encontro...


é demais...


Descanso tremendo

não encontro...


é demais...


Tremendo estou...


é demais...


Tremendo estou,

Rainha...


é demais...


Tremendo...


é demais...


Venha,

Rainha,

que as

Românticas Trevas Do Mundo

me envolvam

e me dêem

a vital definitiva garantia

de que Tu mesma é

a minha

Real Companheira

neste Mundo Das Trevas

nada romântico

para mim...


Inominável Ser

COM SUA

REAL COMPANHEIRA

A RAINHA DAS ROMÂNTICAS

TREVAS DO MUNDO







0 Românticos Aqui Se Revelaram: