Românticos Rugidos Para Uma Divinal Leoa

Românticos Rugidos Para Uma Divinal Leoa - Rugindo Para Os Tesouros Da Leoa

12:00:00 Inominável Ser 1 Comments


Tesouros estão ocultos

nos corações de todas

as feminis representantes

da Cósmica Verdade Da Poesia

Da Beleza Da Existencialidade.


Tesouros,

ocultos tesouros descobertos

pelos desbravadores

mais poetizantes

da Feminil Verdade.


Tesouros da mulher,

tesouros de uma mulher,

tesouros de uma Leoa

por mim descobertos

com poéticos olhos abertos.


Diamantes...

Safirasd...

Pérolas...

Medíocres diante

dos vossos tesouros!


Ouro...

Prata...

Bronze...

Tudo lata diante

dos vossos tesouros!


Dólares...

Euros...

Reais...

Nada diante

dos vossos tesouros!


Milhões...

Bilhões...

Trilhões...

Nenhum valor diante

dos vossos tesouros!


Meço,

Leoa,

vossos tesouros

a partir da pena minha revelando

a infinitude deles!


Meço,

Leoa,

cada um dos vosssos

ocultos tesouros

de infinito valor!


Meço,

Leoa,

vossos tesouros

vistos pelos meus olhos

de poeta sem ouro!


Qual desbravador mui dileto

descobridor de ocultos tesouros

poderá igualmente avaliar-te

os mesmos ocultos tesouros?

Apenas outro poeta!


Qual visualizador mui hábil

de infinitos valores eternizados

poderá igualmente medir-te

os tesouros?

Repito: apenas outro poeta!


Qual espírito mui antigo

dotado de infinitos eternos sonhos

poderá admirar-te os infinitos ocultos

tesouros?

Apenas apenas apenas


outro mui poeta,

outro mui sonhador,

outro mui visualizador,

outro mui descobridor,

outro mui desbravador


de feminis tesouros

nos corações que rugem

em sintonia com

a harmônica vestimenta

do Baile Da Infinitude!


Infinitos os vossos

ocultos tesouros,

Leoa,

enriqueça-os e aumente-os

rugindo


mui alto

mui alto

mui alto

mui alto

mui alto!


Leoa!


Leoa!


Leoa!


Leoa!


Leoa!


Leoa!


Leoa!


Leoa!


Leoa!


Inominável Ser

NO DÉCIMO QUARTO

RUGIDO

PARA

A DIVINAL LEOA








1 Românticos Aqui Se Revelaram:

Cria disse...

Sempre a nos encantar com uma bela expressão ! (Obrigada ...). Meu carinho, poeta !