Românticos Rugidos Para Uma Divinal Leoa

Românticos Rugidos Para Uma Divinal Leoa - Rugindo Para O Destino Do Olhar Da Leoa

07:26:00 Inominável Ser 0 Comments


Para onde vai um olhar,

o destino,

o mais correto

largo destino,

de um olhar?


Eu olho...

Meu destino...

Não sei...

Onde vou...

Parar...


Tu olhas...

Seu destino...

Não sei...

Onde vais...

Parar...


Algo canta

sobre O Destino,

Leoa,

Algo canta guiado

pelos vinhos...


Vinhos,

os amigos dos poetas

e dos boêmios

que cantarolam nas noites

os seus Destinos...


Vinhos,

néctares para sonhadores

e perdidos,

como eu sabendo nada

de meu Destino...


Vinhos,

os vinhos que bebo

captando-te o olhar,

Leoa,

teu Destino...


Teu Destino...

Longo...

Teu Destino...

Perto da pena aqui

que te acarinha!


Não sou um Deus,

não tenho o poder

de Deus,

apenas teço carinhoso

uma forma


de fazer-te Senhora,

Leoa,

de um Destino como

Leonina Musa

Eternamente Poetizada!


Perto do teu olhar,

teu olhar que singra

o horizonte singular,

meus plurais versos

em teu Destino!


Perto do teu olhar,

teu olhar que dança

no horizonte par,

meus ímpares versos

em teu Destino!


Perto do teu olhar,

teu olhar que lança-se

ao horizonte linear,

meus circulares versos

em teu Destino!


Avistes Avistes

Avistes,

Leoa,

A Eterna Poesia

Do Teu Destino!


Acima de mim,

acima de nós,

O Formador De Todos

Os Destinos

ao teu Destino Governa!


Leoa!


Leoa!


Leoa!


Leoa!


Leoa!


Leoa!


Leoa!


Leoa!


Leoa!


Inominável Ser

NO DÉCIMO SÉTIMO

RUGIDO

PARA

A DIVINAL LEOA









0 Românticos Aqui Se Revelaram: