Românticos Rugidos Para Uma Divinal Leoa

Românticos Rugidos Para Uma Divinal Leoa - Rugindo Para O Rugir Da Leoa

12:00:00 Inominável Ser 2 Comments


Assim as coisas vão sendo

completadas,

esta noite encerrando um

poético ciclo de

poéticos leoninos rugidos...


Noite de domingo,

não sei se 31

de janeiro

ou se trinta e um

de todos os janeiros...


Um domingo,

Leoa,

do ano de 2010

ou de dois mil e dez

eternos anos...


Com a simplicidade

e a humildade de um

poeta,

apenas um poeta,

eternizo-te...


Vencendo as barreiras

da distância

e do não ver-te diante

de meus olhos,

eternizo-te...


Vigilante,

sempre rugindo,

respeitando-te sempre,

Leoa,

eternizo-te...


Não sei se outro poeta

poderá vir a também

eternizar-te,

mas tu mereces todas

as eternidades...


Não sei se imaginei

demais aqui,

vinte e sete vezes rugindo

atrás do que está

divinamente em ti...


Não sei se

O Tempo

irá eternizar

toda a poesia

rugindo aqui...


No entanto,

Leoa,

como poeta,

estou feliz,

rugindo feliz...


Eu a coroei como

uma Grande Musa,

assim eu me sinto

mui feliz,

rugindo feliz...


Eu a elevei

a Grandes Alturas,

assim eu me sinto

mui feliz,

rugindo feliz...


Eu a toquei

na Grande Alma,

assim eu me sinto

mui feliz,

rugindo feliz...


O vento e as vozes

no vento

trouxeram-me todos os

versos aqui

rugindo...


O ar e as vozes

no ar

trouxeram-me todos os

sentimentos aqui

rugindo...


A areia e as vozes

na areia

trouxeram-me todas as

Verdades aqui

rugindo...


Tu és tudo o que aqui

eternizado está

junto contigo,

Leoa,

exatamente tudo...


Acredites,

feches os olhos,

e em todas as noites

mais solitárias

dos domingos


em tua morada,

ouças as vozes que

a mim trouxeram

estes românticos

rugidos


assim gritarem

dentro do

Grande Silêncio

Do Fogo

De Todas As Horas:


LEOA!!!


LEOA!!!


LEOA!!!


LEOA!!!


LEOA!!!


LEOA!!!


LEOA!!!


LEOA!!!


LEOA!!!


E toques na juba

do leão

que estará deitado

à tua direita,

teu Amigo Maior!


E,

rugindo,

ofereças à Criação

o Poder do teu

Leonino Ser Maior!


Rugi!

Rugi!

Rugi!

Rugi!

Por ti!


Leoa

Leoa

Leoa

por ti

rugi!


Inominável Ser

NO VIGÉSIMO SÉTIMO

RUGIDO

PARA

A DIVINAL LEOA

EM

ETERNÍSSIMO CRESCENTE

RUMO

AO

INFINITO DO INFINITO









2 Românticos Aqui Se Revelaram:

Cria disse...

Maravilhoso, Poeta ! Meu carinho e obrigada.

Maravilhas... Gigantescas simetrias com a Cósmica Leonina Verdade!