Amadas Noturnas Inomináveis,

A Noturna Dama Do Amoroso Mistério Da Meia-Noite

00:57:00 Inominável Ser 2 Comments


Faz aqui um silêncio

dos mais sepulcrais,

é a hora na qual

os reles mortais

estão adormecidos

em seus leitos

de fel.


Há leitos de mel,

mas eu prefiro falar,

em um mudo mundo

que não grita

por Amor,

que o fel substitui

todo mel.


Ah,

minha misteriosa

Noturna Dama

aqui agora alada,

não quero estragar

este Romance

com a minha

amargura em rompante...


Meu coração amargo

ama,

encontrei a rosa correta

para o meu jardim florido,

é o Teu Mistério

me agraciando

ou me iludindo?


Dúvidas,

amorosas dúvidas,

amadas dúvidas,

duvido do

Divino Romance,

como não iria

duvidar de outros?


Deus pode ser

uma amorosa poética

fantasia,

eu posso ser

um amoroso fantasma

que poetiza,

um engano existencial...


Tu podes ser

uma amorosa visão

que poeticamente

visto,

meus olhos trazem

desejos mais

nobres...


Nobreza de bardo,

druida solitário

em um tempo

no qual derrubados

estão

todos os sagrados

poéticos carvalhos...


A meia-noite,

A Deusa Meia-Moite,

vem assim carregada

de Mistérios,

Mistérios como Tu,

Noturna Dama

De Rosto Insondável...


Está tudo distante,

está tudo cadente,

está tudo decadente,

tudo aqui dentro

deste bardo inominável

de dentes fortes

e entusiasmo doente...


Toque-me,

Noturna Dama

De Mistérios,

toque-me nesta

meia-noite

melancólica,

tão silenciosa...


Não há amigos

aqui,

não há amigas

aqui,

não há minha amada

aqui,

não há nada aqui...


Sinto-me um nada

amante da meia-noite

e da madrugada

que chega,

romantizando-Te,

Noturna Dama,

nos Mistérios Da Pena.


"Vá,

Poeta Inominável,

Canta Meu Mistério,

Conta Meu Mistério,

Eu Seguro As Tuas

Lágrimas,

Não Chores,

Lutes,

Poetizes,

Continues Na Escrita,

Teu Futuro

É A Eternidade

Nas Letras De Fogo

De Tua Pena

Nascidas!"


Inominável Ser

OUVINDO

A

MISTERIOSA VOZ

DA

NOTURNA DAMA

DO

AMOROSO MISTÉRIO

DA

MEIA-NOITE









2 Românticos Aqui Se Revelaram:

Cria disse...

Muito lindo ... um tom entristecido, mas belo, como sempre fazes ! Beijos, um excelente findi pra ti !

*lua* disse...

Olá ...

Passei ... gostei ... vou voltar

Amar o mistério
Amar o nada
Amar no escuro
Amar a desilusão
Amar e ilusão
Amar o amor ... o amor tal como é grande suficiente para sofrermos todas as mazelas por ele ...