Deusa Destino,

Dentro Dos Mil Apaixonados Corações

00:00:00 Inominável Ser 0 Comments




Aguardo um cometa

de sonhos,

os mil sonhos prometidos

por alguma Deusa

que me encantou

nos rumos intensos

de meus antigos passos

em ondas de mares

sedosos...

Sabe que eu

amei

a tensão do furacão

que pulsava

nos recantos vários

de meu coração?

Amei,

claro,

como o poeta

que eu sou,

amei

e sofri no solo

onde cairam as

mil lágrimas

d'alma minha

em sufocante erosão...

Eu,

ontem,

era uma apaixonada

montanha

que sonhava ser

pisada

pelos eternos pés

de um amor intenso

que perdurasse

além,

até mesmo,

da Eternidade...

Quis a

Deusa Destino,

Quiseram

Os Senhores Supremos

Do Destino,

que tanto sonho terminasse

no afogamento de mais

de mil outros sonhos

de meu fatigado coração

de apaixonado bardo

na mais espetacular

solidão...

Poemas de amor

podem ser assim,

amargos e sólidos

na compreensão

da mais exata

e profundíssima sensação

de total solidão...

Poemas de amor,

amigos das mais

de mil amorosas

orações d'Amor,

podem ser ácidas

também,

basta sulfuricamente

despejar n'alma

atormentada pelos

mil sofrimentos

de amar sem ser

correspondido

uma gota que arda

em todo o organismo

espiritual...

Arrasado estou,

a poesia que sai

atualmente de

meus dedos

é amarga,

entristecida,

adoecida,

mas,

mesmo assim,

seja nestes

Romances,

seja nas

Covas,

seja no

Jardim,

seja na

Vulva,

seja no

Mundo,

seja no

Asas,

seja no

Lágrimas,

Amor,

Paixão...

E Deus,

que permite

o meu continuar

neste mundo

de Poesia

e Literatura,

É,

verdadeiramente,

todas as Mil Verdades

e Infinitas Verdades

do meu escrever

e do meu poetizar...


Inominável Ser

MIL VERDADES

DE UM

APAIXONADO

SOFRER








0 Românticos Aqui Se Revelaram: