Súplica

Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite... Terceira Súplica

00:00:00 Inominável Ser 2 Comments



Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

peço a pacificação

d'alma minha infelicitada diante

da perdição que é estar distante dela.


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

peço a paz da mais calma

brisa oriunda rebelde

dos Altos Campos D'Amor.


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

peço o colorido da paz,

por menor que seja,

neste meu coração-mortalha.


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

que o meu coração,

por ela,

agora bata em paz.


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

que o meu coração viciado

em saudade angustiante,

bata na paz dela.


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

que o meu coração tenha

a paz que sempre desejei

ao lado dela.


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

que o meu coração,

agora em paz,

encontre o dela.


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

que o coração do meu

primeiro amor

agora sinta as batidas do meu.


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

que o coração da minha

primeira amada

agora una-se ao meu.


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

que os nossos corações,

o meu e o dela,

possam bater unidos!


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

que cada batida seja

como toda batida

do Cósmico Coração!


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

que cada artéria pulse

como pulsam as artérias

do Cósmico Coração!


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

que a flor brilhante gire

como gira a Flor Eterna

Do Cósmico Coração!


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

que,

se não for isso possível,

eu possa ouvir o coração dela!


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

que,

pelo menos,

eu ouça o coração dela...


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

sim,

peço apenas para ouvir

o coração dela...


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

peço-Te,

Desconhecido Que Me Ouve,

para ouvir o coração dela...


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

peço-Te,

Desconhecido Ser Cósmico,

que ela ouça o meu coração...


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

peço-Te,

Inominável Desconhecido,

tal audição...


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

eu estarei com ela

ouvindo sorridente

ouvindo sorridente

ouvindo sorridente...


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

eu estarei

ouvindo sorrindo

ouvindo sorrindo

ouvindo sorrindo...


Se Houver Uma Manhã Nesta Meia-Noite,

eu vou parar de chorar

sempre

suplicantemente...


Inominável Ser

NA TERCEIRA

E ÚLTIMA

SÚPLICA

PELA

PRIMEIRA AMADA

PLATONICAMENTE






2 Românticos Aqui Se Revelaram:

Cria disse...

Parabéns pela brilhante inspiração, poeta amigo ! Uma expressão fascinante por aqui ! Meu carinho.

Agradeço-lhe pelo carinho, Cria, rtornes sempre a estes Romances e comentes com tua singela propriedade estes versos nascidos de minha humilde pena.

Romantismo é algo que, atualmente, não está em voga pelo mundo, mas eu não desisto, não sigo modismos,e, enquanto puder, estarei a romantizar e a romanticamente expressar-me.

Mais uma vez lhe agradeço por acompanhar este meu trabalho, Cria.