Alma Eterna,

Ondas D'Amor, Ondas De Poder

15:13:00 Inominável Ser 0 Comments


Alma,

antiga alma,

alada alma,

insinuante e esvoaçante

pelas altas alvoradas,

em rompantes narcisistas

e fora do exotismo

da pura calma.


Alma,

a minha alma,

um dia encontrou a

sua alma,

uma tranquila alma,

uma rara alma,

uma bela alma,

exoticamente pura

que me deu a calmaria

aguardada.


Escura,

escura era a estrada,

hoje está iluminada,

iluminada pela luz

de tua alma,

nas quais vagas de mil mares

e mil e oito oceanos

arrancam de meus olhos

a canseira,

o torpor,

o tédio,

o rancor,

o ódio,

a angústia,

a tristeza,

o sofrimento,

o sono.


Sonho,

e como estou sonhando,

sonhando em ter-te

de encontro ao sol

quando em algum dia

eu estiver a repousar

calmamente contemplando

todo raio solar

a beijar

as serras,

os campos,

as florestas,

as praias,

os montes,

as montanhas,

as cavernas,

os vales,

as pradarias,

as colinas,

os penhascos

e as vestimentas todas

da Grande Mãe Natureza.


Cortante,

coroante,

cortante das mazelas

do amanhecer

e do anoitecer,

coroante nas benfeitorias

do entardecer

e do madrugar,

nas tardes

estou a amar-te,

nas madrugadas

estou a penetrar-te,

lânguido ou ferozmente

rápido,

o choque de nossos corpos

é Amor,

o suor unido de nossos corpos

é Poder,

ver teu corpo nu

é como ver todos os sóis

da Criação

a nascer

em todos os planetas

universais.


Amor carnal,

Poder carnal,

Carnal Amor,

Carnal Poder,

complementos do

Espiritual Amor,

complementos do

Espiritual Poder,

ah,

sentimentos sãos,

sentimentos insanos,

te lamber

te lamber

te lamber

te lamber

te lamber

te lamber

te lamber

te lamber

te lamber

te sugar

te sugar

te sugar

te sugar

te sugar

te sugar

te sugar

te sugar

te sugar

te ter

te ter

te ter

te ter

te ter

te ter

te ter

te ter

te ter!


Inominável Ser

NO AMOR

NO PODER








0 Românticos Aqui Se Revelaram: