MENSAGENS

Algumas Palavras Aos Meus Seguidores, Leitores E Visitantes

14:10:00 Inominável Ser 0 Comments


Inomináveis Saudações a todos vós, leitores virtuais!

Esta mensagem está sendo publicada hoje, 04 de julho de 2011 em todos os meus blogs, em sinal de respeito a todos aqueles que me seguem, me lêem ou visitam esporadicamente cada trabalho que tenho na rede.

Após um longo período afastado de todos os meus blogs, retorno através desta mensagem para informar-lhes acerca do que ocorre por causa da não-atualização dos mesmos. A principal causa para tudo isto é, simplesmente, a falta de acesso à Internet a partir de minha casa. Todos devem saber, lógico, o quanto é difícil ter-se um mínimo de privacidade em uma lan house e é através destas que nos últimos meses venho acessando a rede. Está sendo um período de difícil aceitação, mas, enquanto, financeiramente, eu não resolver a situação do acesso em casa, não estarei atualizando com a mesma regularidade de antes aos meus blogs.

Escrevo em um ambiente silencioso, meu quarto, o qual é, para mim, ao mesmo tempo, jardim, cova, leito de amor, de sexo, de depravação, de oração e um mundo maior... Não é possível transmitir tudo o que transmito em meu trabalho pessoal a partir de uma lan house repleta de energias diversas e, até, muitas vezes contrárias à minha. As influências são bem diferentes, o ambiente não ajuda e mesmo com um fone de ouvido no último volume, fica patente o meu desconforto em escrever o que eu escrevo, o que exige concentração máxima, tendo um monte de gente estranha em meu redor falando palavrão, rindo ou gritando. Todo autêntico poeta, escritor, filósofo, cronista e contador de histórias, como eu sou, sem aqui parecer arrogante ou pretensioso, escrevendo por AMOR e não por dinheiro, sabe bem o que estou a dizer. Silêncio, relaxamento e privacidade são primordiais e essenciais para a execução de um trabalho que busque passar aos demais uma mensagem, um conteúdo verdadeiro e sincero.

Considero a todos vocês, Seguidores, como importantes para que eu continue a escrever e expor na rede a minha alma, minha verdadeira alma. Vocês, leitores e visitantes eventuais, igualmente são importantes e essencialmente valorosos para a continuidade de todo o meu trabalho, o qual sonho, um dia, em publicar na forma impressa. Dou, assim, a explicação para o meu "desaparecimento" virtual e concluo dizendo-lhes que de nada desisiti e nem desisitirei, O Jardim, Os Romances, As Covas, O Mundo, As Lágrimas e A Vulva inominavelmente continuarão a ter uma virtual existência enquanto eu estiver firme em minha vontade de me expressar e divulgar meu talento e minha Arte!

Saudações Inomináveis a todos vós, leitores virtuais!

0 Românticos Aqui Se Revelaram: