Beijos,

Navegando Nos Abraços De Teus Fabulosos Lábios

12:00:00 Inominável Ser 0 Comments




É um espetáculo de extremo louvor

tocar com meus lábios

cheios d'amor

nos lábios teus,

os mais fabulosos lábios

da Terra!


Nenhuma imperatriz

teve lábios

como os vossos!


Nenhuma princesa

teve lábios

como os vossos!


Nenhuma rainha

teve lábios

como os vossos!


Nenhuma guerreira

teve lábios

como os vossos!


Nenhuma escritora

teve lábios

como os vossos!


Nenhuma poetisa

teve lábios

como os vossos!


Eu,

Inominável Ser,

poeta,

escritor,

guerreiro,

rei,

príncipe,

imperador

na mais romântica

inominável verdade,

suspendo um pouco

o Tempo,

dou a Cronos

um merecido descanso,

e com a ponta da pena

e meu poético talento

faço de nossos beijos

deslizamentos além

do Espaço/Tempo,

unidos ficamos,

ficamos na União,

A União,

vossos lábios,

meus lábios,

um só lábio,

um sol,

uma lua,

uma estrela,

um planeta,

uma galáxia,

um universo,

uma Criação,

uma Creação...


Confortáveis ficamos

em nosso beijo,

não há mais nada,

não há nada,

não há o há

nem há o nada,

nem há o Todo

e nem hão as coisas,

tudo desaparece,

tudo,

apenas tu,

apenas eu,

no beijo que alcança

proporções as mais

inalcançáveis,

nos tornamos com

nosso beijo fora

de toda mensagem

e roupagem

e moldagem

A Unidade,

Oniscientes,

Onipresentes

e

Onipotentes

no esquema de cada

centímetro de nossos lábios

unidos em apenas

um lábio...


Traçamos nossas filosofias,

oramos para nosso Deus,

imaginamos novos Deuses,

deitamos no colo

do Um,

no beijo,

com o beijo,

o beijo,

o único beijo,

o magnífico beijo,

o mais maravilhoso beijo

que nunca fora dado

entre

Romeu e Julieta,

entre

Tristão e Isolda,

entre

Lancelote e Gwenhwyfar,

entre

Tarcísio e Glória,

entre

Brad e Angelina...


Não,

moça que amo,

este não é um esquizofrênico

delírio poeticamente

danoso,

é uma sensação que

há quando

nos beijamos,

uma sensação que

existe

quando estamos dando

os mais intensos

profundos beijos,

vossos lábios

são fundadores

e mantenedores

de Creações em mim

nas quais sinto-me como

O Verdadeiro Deus:

SENDO O QUE EU SOU

NA DINÂMICA

DE MIM MESMO

EM SINTONIA COM

A NATUREZA

QUE ME REALIZA

NA POESIA DA CRIAÇÃO

COMO O AMOR

QUE DANTE ALIGHIERI

VIU E SENTIU E

VÊ E SENTE

COMO O MOVENTE

DE TODAS AS ESTRELAS

ASCENDENTES

E DESCENDENTES!!!


Imaginem,

românticos e aromânticos

leitores,

o que ocorre quando

ultrapassamos os beijos

e adentramos nos caminhos

das incendiárias uniões

entre uma carne que

perfeita é para ser

venerada

e uma carne que

perfeita é para

romanticamente

poetizar...


Inominável Ser

UM ROMÂNTICO

ÍMPAR

NAVEGANTE





0 Românticos Aqui Se Revelaram: