Deus Cronos,

Assim Nesta Vida Como Em Todas As Anteriores Vidas

12:00:00 Inominável Ser 0 Comments




Passei por várias transformações,

passei por várias raças,

passei por vários povos,

virei pó,

virei traça,

virei areia,

viro nesta atual

vestimenta carnal

uma frágil vareta...


Todos nós somos varetas,

as simples varetas

quebráveis

pelo Poder Temporal,

Cronos não tem piedade,

Cronos faz

os dias,

Cronos faz

os meses,

Cronos faz

os anos,

nos posicionarem

como os mais frágris galhos

da Grande Árvore

Da Existencialidade...


Ontem romantizei,

fui sempre bardo

de vestimenta

a vestimenta,

de povo

a povo,

de raça

a raça,

sagrado e profano,

consagrado e renegado,

aceito e reprovado,

na Luz

e nas Trevas...


Hoje romantizo

diante do dia

que acalma

entre floridos campos

nos quais caminha

Aquela Que Me Faz

Romantizar,

A Inominável Musa

Dos Campos

D'Amor...


Hoje,

nesta vestimente,

meu Espírito Imortal

romantiza

na alegria,

romantiza

na tristeza,

romantiza

na angústia,

romantiza

na calmaria,

romantiza

na tempestade,

romantiza

no raio,

romantiza

no trovão,

romantiza

com razão,

romantiza

sem razão...


Indefeso,

protegido,

perdido,

encontrando-me,

vou seguindo igual

a todo poeta,

pois todo poeta

busca falar

na sinceridade de suas

limitações

acerca do Ilimitado

que apenas a

Deusa Poesia,

romanticamente,

pode a ele doar...


Ontem,

hoje

e amanhã

um romântico poeta,

um romântico de fé

na Magia Das Palavras,

fui,

sou

e serei...


Na próxima vida,

talvez eu seja

um todo romântico.


Inominável Ser

NESTA VIDA

NA PRÓXIMA VIDA

EM TODAS AS VIDAS

ROMANTIZADO

A GRANDE VIDA


0 Românticos Aqui Se Revelaram: