Grande Romance Da Terra,

Alegria Temida

12:00:00 Inominável Ser 0 Comments


Temo toda esta alegria

entre nós,

alegria entre amantes,

alegria entre namorados,

alegria entre esposos,

alegria entre um homem

e uma mulher

dentro do caminho

profundo amoroso.


Temo porque

jamais vivenciei

um momento assim,

um momento tão

especial,

assim,

nesta minha resistência

de trinta e cinco anos

como bardo.


Temo,

temo demais,

temo tremendo,

tal momento atual

da saga de meu existir

neste mundo

nada ideal,

nada seguro,

nada legal...


Estou sendo

tolo

ao temer

o amor que estou

a viver?


Estou sendo

bobo

ao temer

o amor que estou

a sentir?


Estou sendo

idiota

ao temer

o amor que me

incendeia tanto?


Temo,

temo

e temo

porque um romance

que estremece

é um romance que

faz parte das lendas

e dos mitos

acerca do

Grandes Romance

Da Terra.


Temo

porque amo

e perder este amor

seria a minha

catástrofe maior...


Temo

e não sinto vergonha

ao estremecer

e me diminuir,

sentindo-me menor...


Temo e amo

porque assim deve ser

dentro do meu

poético ser...


Quem não teme

a visão de um dia

no qual todo um

romance

termine,

que atire contra mim

a primeira injúria

mais bem

fundamentada.


Inominável Ser

INSEGURO

ROMÂNTICO

TEMEROSO


0 Românticos Aqui Se Revelaram:

Cidade,

Uma Cidade Que Nos Convoca

12:00:00 Inominável Ser 0 Comments




Há uma cidade

sem prefeitos,

sem policiais,

sem professores,

sem criminosos,

sem religiosos

e sem qualquer tipo

de dano existencial

ao Verdadeiro

Humano Ser

Total.


Para se chegar

ao Total,

não é necessário

o tornar-se alguém

iluminado.


Para se chegar

ao Total,

não é necessário

o tornar-se alguém

sábio.


Para se chegar

ao Total,

não é necessário

o tornar-se alguém

desprendido.


E nem

um santo,

um abnegado,

um altruísta,

um escravo

ou alguém que

livre pensa ser

em um mundo

e em uma Criação

onde tudo é

condicionado.


Paulo já dizia

que sem amor

nada somos

e é no amor

que encontramos

O Total

de tudo aquilo

que verdadeiramente

somos.


Não pode ser nunca

um amor hipócrita.


Não pode ser nunca

um amor interesseiro.


Não pode ser nunca

um amor egoísta.


Não pode ser nunca

um amor somente porque

amar está

na moda.


Simplesmente,

deixe-se levar

até uma cidade,

cidade sem

construções,

cidade sem

muralhas,

cidade com

todos os moradores

que serão nossos

verdadeiros amigos:

nossos pensamentos

romanticamente

abertos.


A cidade

perfeita.


A cidade

cosmocrata.


A cidade

imaculada.


Para os que amam

com Totalidade,

as portas de tal

cidade

estão sempre

escancaradas.


Inominável Ser

BATENDO

CONTINUAMENTE

ÀS PORTAS

DA MELHOR E MAIOR

DE TODAS

AS CIDADES


0 Românticos Aqui Se Revelaram:

Musas,

Renascendo A Cada Ondulação De Suas Musicais Notas

12:00:00 Inominável Ser 0 Comments


Você é uma música


uma grande música


ouvida no momento


em que encontro


A Verdade


da minha vida


da própria Vida


de toda vida


em toda vida


para poder filosofar


como um romântico poeta


tão dedicado ao esquema


do moldar poemas


para tua orquestra


orquestra formada


pelos teus olhos


pelos teus lábios


pelos teus cabelos


pelo teu rosto


pelo teu colo


pelos teus seios


pelos teus braços


pelas tuas mãos


pela tua cintura


pelos teus quadris


pelas tuas coxas


pelos teus joelhos


pelas tuas panturilhas


pelos teus pés


pela tua mente


pela tua alma


uma música você é


Musa em uma cidade


que nem é tão maravilhosa


Musa em um país


que nem é tão sério


Musa em um mundo


que nem é tão bom


mas ainda Musa


Musa E Música


a gigantesca orquestra


que toca toda


a trilha sonora


da minha musical


romântica vida


Inominável Ser

OUVINTE

DA MÚSICA

QUE É

SUA MUSA

0 Românticos Aqui Se Revelaram:

Alma Eterna,

As Visões De Todos Os Românticos Sacros Momentos

12:00:00 Inominável Ser 0 Comments


Sacras orações das mais silenciosas

guardam o monumento pálido

e tranquilo

das nossas almas,

duas amantes almas gigantes

que se igualam às

montanhosas almas

da Eternidade.


Sacra sensibilidade nos poetiza

e poetizamos a partir das visões

que Fadas e Anjos põem

em nossas almas,

estas nossas almas tão

impulsivas,

estas nossas almas tão

instintivas,

estas nossas almas tão

intuitivas.


Sacra é a ordem da nossa

poesia que se eterniza

na lentidão das horas,

não somos buscadores

de fama e de glória,

somos poetas,

minha poetisa gloriosa,

celebridades do reality show

da Deusa Poesia,

um programa existencial

para poucos

em todas as Etas.


Sacra é a virtude que nos motiva,

amparada nas amarras

de nossas ligas,

densas ligas que nos unem

aos Bardos Antigos

e aos Bardos Do Agora,

assim como aos

Bardos Do Amanhã,

filhos,

como nós dois,

da Eterna Deusa Poesia.


Sacro é o romance que vivemos

entre versos e rimas,

entre sonetos e poéticas prosas,

romance em vários romances

que nos lançam para lá

e para cá

e para acolá

no sentido da Grande Loucura

Que É

O Poetizar.


Sacra é a nossa existência,

Eterna Existência,

somos almas que há Eras

poetizam,

de vestimenta a vestimenta

romantizando acerca das

labirínticas formas

da Vida,

romantizando acerca

da Grande Esfinge

que é a própria

Vida.


Sacra é

A Vida,

ah,

A Vida,

Isto que nos dá

A Poesia,

que nos dá

O Poema,

que nós dá

O Verso,

que nos dá

A Rima!


Sacro é

O Verbo Divino,

sem o qual não haveria

a nossa poesia

e,

muito menos,

minha cara

Musa E Oráculo,

qualquer tipo

de poesia.


Inominável Ser

SACRO

POETA

INOMINÁVEL


0 Românticos Aqui Se Revelaram:

Grécia Dourada,

A Helênica Aparição De Uma Divinal Musa

12:00:00 Inominável Ser 0 Comments


Aphrodite em trono de cores e brilhos,

Imortal filha de Zeus, urdidora de tramas!,

Eu te imploro: a dores e mágoas não dobres,

Soberana, o meu coração”


Safo de Lesbos



Da Ilha de Lesbos,

vem a lembrança

da Musa Safo,

rica poetisa

do Grécia Dourada,

rica poetisa

de lira dourada.


Gasto,

bem gasto,

a força de meu

antigo estado

cresce uma vez

mais.


Longe,

muito longe,

vou me lembrando

de um distante

tempo

de pés descalços...


meus pés descalços...


minhas mãos escrevendo...


meus pés descalços...


minha lira tocando...


meus pés descalços...


minhas mãos tocando...


meus pés descalços...


tocando nela...


meus pés descalços...


tocando em Safo...


Com os pés,

com as mãos,

toquei em Safo,

no leito fomos

estrelas matutinas

das solares manhãs

de Lesbos!


Quem vai esquecer

da cantante

Safo?


Quem esqueceu

da alegre

Safo?


Quem esquece

da sábia

Safo?


Apenas os não-poetas,

apenas os certinhos

e as certinhas

deste mundo

apoético,

os mordedores da maça

da mediocridade

e do desamos

e do não-romantismo.


Como um poeta,

na Grécia

ontem,

no Brasil

hoje,

neste mundo

há trinta e um mil

e cinco anos,

jamais esquecerei

de Safo,

A Musa,

uma poética chama

inapagável.


Se tu és uma poetisa,

se tu és um poeta,

alguma vez

já rendeu homenagens

a uma das Grandes

do passado

que foi

Titanide,

Deusa

e ainda é

tudo isso

nos Poéticos Mundos

Alados?


Um eterno romance com ela

é o mais agradável

dos estados mais

exaltados...


Inominável Ser

ETERNO AMANTE

DA

MUSA SAFO


0 Românticos Aqui Se Revelaram:

Grande Ar,

Teu Olhar Fala Mais Do Que Todas As Vozes No Grande Ar

16:08:00 Inominável Ser 0 Comments


Olho para você,

uma rara beleza

que não se acaba,

uma rara beleza

que não se oprime,

uma rara beleza

que não se deprime,

e me fixo

em seu olhar...


Já me fixei

em diversos olhares,

altos olhares,

mas,

o seu olhar...


Seu olhar...


Seu olhar...


Seu olhar...


Seu olhar,

uma agitação,

um assombro,

um estrondo,

um sonho,

uma realidade,

uma universal

verdade...


Seu olhar...


Seu olhar...


Seu olhar...


Seu olhar,

dizendo mais

do que

qualquer

Voz

no Grande Ar,

Grandes Vozes

Do

Alto Lar...


Seu olhar...


Seu olhar...


Seu olhar...


Seu olhar,

sendo

A Voz,

Alta Voz,

Celeste Voz,

Absoluta Voz,

Onisciente Voz,

Onipotente Voz,

Onipresente Voz...


Seu olhar...


Seu olhar...


Seu olhar...


Seu olhar,

arrumando tudo

para que eu

me esqueça

até mesmo

de comer,

de beber,

de adormecer,

de acordar...


Seu olhar...


Seu olhar...


Seu olhar...


Seu olhar

desarrumando todo

meu equilíbrio,

meu controle,

meu horizonte,

meu ninho seguro,

meu romance,

minha cova,

meu mundo,

meu jardim,

me fazendo

melhor compreender

O Amar...


Seu olhar...


Seu olhar...


Seu olhar...


E que olhar...


Inominável Ser

OUVINDO

TUDO QUE DIZ

E PERCEBENDO A

TUDO QUE FAZ

O OLHAR

DELA

0 Românticos Aqui Se Revelaram: