Angústia,

Está Na Hora De Escrever O Grande Livro Da Deusa Solidão...

12:00:00 Inominável Ser 0 Comments



Uma hora 
bem dura,
uma hora
bem amarga,
uma hora que,
ironicamente,
não deixa de ser
romântica...

A minha 
humana vontade
não se opõe à
Divina Vontade,
quem se opõe
ao Verdadeiro Deus Criador
e à Sua 
Divina Vontade?

A escrita
vem pesada,
a escrita
vem melancólica,
a escrita que,
ironicamente,
não deixa de ter um
romance...

O sonho 
se quebra sempre,
as musas
me abandonam
sempre,
quem pode querer
continuar lutando em vão
contra a Espada Da Deusa Destino?

A poesia
fica mais viva,
a poesia 
fica mais viciada,
a poesia que,
ironicamente, 
continua firmemente a
romantizar...

Hoje eu não queria
escrever romanticamente,
nem ouvir músicas
de românticos ardentes,
mas,
qual poeta pode deixar
de ser um poeta
mesmo depois de uma enchente?

A solidão
está mais densa,
a solidão
está mais presente,
a solidão que,
ironicamente,
é a minha companhia mais
romântica...

Cães latem,
o Carnaval está no fim,
o Natal está longe,
tudo está bem longe,
mas,
para que desejar acompanhantes
se a Única que me corresponde é
a Deusa Solidão minha amante?

Inominável Ser
MUITO BEM
ACOMPANHADO
PELA SUA
AMANTE





 

0 Românticos Aqui Se Revelaram: