Angústia,

Não Há Flores Neste Jardim

12:05:00 Inominável Ser 0 Comments




Morreram
Todas as flores
Em meu jardim
Sempre brilhante.

Brilhante
Agora está
Uma dor lancinante
De cor cintilante.

Cintila
N'alma minha
A incerteza diária
Na certeza clara.

Claramente
Me vejo tentando
Colher flores
Em outros jardins.

Jardins
De belas musas
Estão fechados
Para mim.

Eu
Sou um frangalho
Rastejando morto
Em meu jardim.

Jardim
Onde a última flor
Foi colhida
Ontem mesmo.

Mesmo
Dada com todo meu amor
A flor murchou logo
E tudo acabou.

Acabou
Toda festa
Que movia
Meu interno florear.

Florear
Ocupado por musas
Que me inspiravam
A romantizar.

Romantizando
E ainda tendo
A coragem de chorar
Eu tenho.

Tenho
Também
Que
Continuar.

Continuar
A
Ser
Poeta.

Poeta
Mesmo
No 
Deserto.

Deserto:
Minha
Angustiada
Alma.

Inominável Ser
UM ROMÂNTICO
EM CRISE

0 Românticos Aqui Se Revelaram: