Angústia,

E Lá Se Vão As Alegres Horas...

23:13:00 Inominável Ser 0 Comments


Em terras corroídas
pelas lágrimas
de minha sina,
posso me dizer augusto
pássaro apaixonado
de asas quebradas...

Apaixonado pela Distante
que lá no Ontem
sorria para mim
dando-me a esperança,
tão grande,
tão poderosa,
de poder voar
muito mais alto...

Mais alto
do que todo Firmamento
do Grande Mar!

Mais alto
do que todo Firmamento
do Grande Ar!

Mais alto
do que todo Firmamento
do Grande Fogo!

Mais alto
do que todo Firmamento
da Grande Terra!

Mais alto
do que todo Firmamento
do Grande Éter!

Mais alto!

Mais alto!

MAIS ALTO!!!

Porém,
quebrei minhas asas,
ela partiu para aninhar-se
em outros tipos
de asas,
um rouxinol cujas pousadas
estão agora
muito
distantes...

E eu estou próximo,
muito próximo,
da Deusa Angústia,
da Deusa Dor
e da Deusa Tristeza,
as Namoradas
que me Amam,
as Únicas Amadas
deste Inominável Poeta!

Inominável Ser
SEM
ALEGRIA
NENHUMA

0 Românticos Aqui Se Revelaram: