Esperança,

A Eterna Poesia Do Teu Olhar

22:59:00 Inominável Ser 0 Comments





A profunda maravilha
Que nasce oferecida
Ao prazer do teu olhar
Navega altivamente
Em mares que romantizam
Todo o cerne infinito
Do teu Ser singular


Me acostumo a junto
Do monumental olhar
Que tu me diriges
Com serenidade ímpar
A nadar com garantias
De apenas me afogar
Nas ondas dele


Ondas que alcançam
Outros Mares
E muitos Oceanos
Tradutores maiores
Do que de oculto jaz
No império supremo
Do brilho dos teus olhos


Olhos cativantes até mesmo
Das feras mais brutalizadas
Olhos chamativos das Dádivas
Mais do que sagradas
Olhos ativadores das chamas
Mais do que mágicas
Da Luz que nos une


A Luz
Que o teu olhar reproduz
A Luz
Que o teu olhar transmuta
A Luz
Que em teu olhar transborda
Em infinitas marés gloriosas


Marés em Glórias do teu olhar
Glórias em Marés do teu olhar
Incessante alegria
Que me balança
Incessante energia
Que me alimenta eternamente
De todas as infinitas esperanças


Esperança
Teu olhar tem tal nome
Esperança
Teu olhar é este nome
Esperança
Teu olhar é um nome
Muito cultuado pelos poetas


E A Eterna Poesia
Do teu olhar
É A Musa dos meus poemas
É A Sibila dos meus romances
É A Profetisa dos meus jardins
E É A Salvadora
Da minha alma infeliz


Inominável Ser
CONFIANTE
NO OLHAR
DELA

0 Românticos Aqui Se Revelaram: