Paz,

A Sinfonia Que Ouço

23:11:00 Inominável Ser 0 Comments




Vem com o ardor
De ritmo semigual
Nesta Terra
Uma sinfonia dadivosa
Plena de intensidades
Ativadoras dos mais profundos
Recantos pacíficos
Da minha alma…


A paz
Alcanço
Ouvindo
A Sinfonia…


A paz
Me envolve
Ouvindo
A Sinfonia…


A paz
Me abraça
Ouvindo
A Sinfonia…


A Paz,
Esta de muitos
Desconhecida,
Abre Asas para mim
Quando a tua
Singela presença
Arrebata a minha presença
Como a realizadora
Do meu eterno momento
Como Ser.


E o que eu
Mais poderia querer
Além de ouvir
A Sinfonia
Do teu Ser?


E o que eu
Mais poderia pedir
Além de ouvir
A Sinfonia
Do teu Ser?


E o que eu
Mais poderia aguardar
Além de ouvir
A Sinfonia
Do teu Ser?


Toca agora…


Toca agora…


Toca agora…


Os violinos,
Os violões,
Os trompetes,
Os saxofones,
As baterias,
As guitarras,
Os pandeiros,
Os tambores
Os tamborins,
Os atabaques,
Os oboés,
Os pianos…


Todo ritmo,
Todo som,
Toda Sinfonia
Da tua melódica
Alma!


Inominável Ser
OUVINDO
A SINFONIA
QUE ELA É

0 Românticos Aqui Se Revelaram: