Amor,

Escapar, Voar E Amar!

23:42:00 Inominável Ser 0 Comments




Este é um momento para relembrar todo momento mais pacífico fora deste humano festim de predições nefastas de dias nublados. Mesmo que o sol ainda brilhe, aqueça e ilumine a todos por igual, a Humanidade está perdendo a verdadeira capacidade de verdadeiramente amar. Entramos em um recesso existencial, estacionando em amarras para nossas almas, mas precisamos escapar, precisamos voar, precisamos amar… Escapar… Voar… Amar… Quem mais do que um poeta para isto empreender?


Quem mais,
Neste mundo
Doente
De um
Anti-romantismo
Ardente?


Quem menos,
Diante de um
Apocalipse
De insossos
Remendos?


Nos lábios de uma
Mulher,
Eu,
Inominável Poeta,
Escapo!


Nos lábios de uma
Bela mulher,
Eu,
Inominável Poeta,
Voo!


Nos lábios de uma
Querida mulher,
Eu,
Inominável Poeta,
Amo!


Mulher,
A flor que colho
Mesmo no meio
Do deserto
E do vazio!


Mulher,
A bênção que recebo
Mesmo que O Destino
Me queira solitário
E silenciado!


Mulher,
O sonho que me move
A sonhar
A sonhar
A sonhar




Escapar…


Voar…


Amar…




O que mais
Um poeta
Pode a este
Cinzento mundo
Dar?


E o que
O menos
A um poeta
Que ama
Dará?


Inominável Ser
ESCAPANDO
VOANDO
AMANDO

0 Românticos Aqui Se Revelaram: