Amores Diurnos Inomináveis,

As Lembranças De Uma Verdadeira História A Ser Contada

00:07:00 Inominável Ser 0 Comments


Lembranças
que se renovam
nas ativas mãos
deste bardo
a escrever
com o coração.


Lembranças
que se amontoam
através de cada
poema a bater
no espaço branco
do vazio papel.


Lembranças
que se esforçam
na memória
deste bardo
em serem testemunhas
do Passado.


Lembranças
que cada poema
dentro do Romance
Do Presente
estabelece como flores
a serem colhidas.


Lembranças
que este bardo aqui
a cada poema
lança ao Futuro
como profecias
a serem decifradas…


Lembranças:
de um longínquo
tempo mais nobre?
Lembranças:
de um saudoso
tempo mais paciente?


Lembranças:
de um espaço
muito mais ameno?
Lembranças:
de um mundo
muito mais evoluído?


Lembranças:
um motivo para
despertar nas estrelas?
Lembranças:
um incentivo para
nadar nas Marés Cósmicas?


Lembranças
para ti,
leitora,
leitor,
o testemunho
deste bardo.


Lembranças
para ti,
leitora,
leitor,
o testamento
deste bardo.


Lembranças,
leitora,
leitor,
como as mais
próximas
e distantes.


Lembranças,
leitora,
leitor,
de tudo,
de todos
e de algo sempre precioso…


Lembranças,
leitora,
leitor,
os mais preciosos bens
deste bardo
no Poético Romance.


Lembranças,
leitora,
leitor,
os preciosos tesouros
de todos os bardos
em todos os Tempos.


Lembranças,
leitora,
leitor,
A Romântica História
Dos Amores Diurnos
E Noturnos.


Lembranças Inomináveis.


Inomináveis Lembranças.


Lembranças Nomeáveis.


Nomeáveis Lembranças.


Lembranças,
ao fim,
sem conclusões,
no Infinito,
no Eterno,
na Multiplicidade.


Inominável Ser
UM BARDO
REPLETO
DE INOMINÁVEIS
LEMBRANÇAS





0 Românticos Aqui Se Revelaram: