Melancolia,

Hoje Em Dia

21:45:00 Inominável Ser 0 Comments



Hoje em dia,
enquanto eu não encontrar
a correta contraparte
desta minha atualíssima
veste carnal,
vou me mantendo quietinho,
silencioso em meu recanto,
escrevendo um tanto quanto insano
tudo que a minha
sufocada mente,
tudo que o meu
sufocado corpo,
tudo que a minha
sufocada alma
diz roucamente
sem parar.

Hoje em dia,
uma parte de mim
quer casar,
ter cinco filhos
e uma velhice tranquila,
muito feliz;
outra parte,
quer totalmente isolar-se,
rumar para um deserto
e lá viver como eremita
até o suspiro final
do meu Eu;
e outra parte,
mais profunda,
quer apenas deixar tudo
naturalmente fluir.

Hoje em dia,
vejo todo o romantismo
da atual existencialidade
de toda humana gente
cada vez mais decair,
decair ao ritmo de descompassados
quebrados tambores;
decair ao balançar de incoerentes
rasgadas bandeiras;
decair ao fim de inclementes
mutiladas orações
neste exato momento,
a todo momento,
em todo movimento,
em toda inércia,
em toda vanguarda,
em toda retaguarda,
em toda parte.

Hoje em dia,
um beijo vem acompanhado
muitas vezes
de obscuros ocultos interesses;
um abraço vem acompanhado
muitas vezes
de falsos silenciosos sentimentos;
uma noite de prazer vem acompanhada
muitas vezes
de frios mortos pensamentos;
e muitas vezes,
também,
as muitas vezes são desprovidas
de naturalidade
e envolvimento.

Hoje em dia,
a velocidade das conexões
atrofia
a veracidade das emoções;
a fidelidade das lutas
aborta
a felicidade das buscas;
a ruína das relações
barbariza
a entrega dos corações;
a construção das igualdades
impede
a evolução das individualidades.

Hoje em dia,
estamos precisando
do único Salvador possível,
um Salvador
que não carregue no Ser
os nossos erros;
um Salvador
que não carregue por nós
as nossas dores;
um Salvador
que não seja condenado
em nosso lugar;
um Salvador
que não morra
por nossa culpa:
O Verdadeiro Amor.

Hoje em dia,
como poderemos buscar
O Verdadeiro Amor
que é O Único
que pode nos salvar?

Inominável Ser
HOJE EM DIA
UM ROMÂNTICO
NADA ROMÂNTICO

0 Românticos Aqui Se Revelaram: