Fumo,

Imperfeita XII

23:22:00 Inominável Ser 0 Comments



Na meditação
da fumaça
de sua loucura,
todo instante
que temos
não deve ser
nem um pouco
poupado...
O dinheiro acaba,
porém,
somos bem loucos,
juntos,
para estocarmos
bastante loucura
comprada pelas
loucas esquinas.
As roupas acabam,
porém,
somos bem loucos,
muito juntos,
para andarmos nus
no meio do deserto.
A comida acaba,
porém,
cheios de uma união
estável por profundidade
que nos ata
um só outro,
nos alimentamos
também
de muitas doses
de certos elementos
dos encontros
e perdicões
de nossos passos.
O Louco
anda conosco,
somos amantes
pelos hospícios
mais perfeitos
da imperfeição
de nossos passos!
Não queremos
salvar o mundo!
Não queremos
mudar o mundo!
Não queremos
atacar o mundo!
Queremos apenas
um cantinho onde
nossa loucura
possa gerar
bons frutos...
Veja o que a sua
loucura meditativa
fez comigo,
mulher delirante
dos meus sonhos
e dos meus pesadelos!
Estou mais imperfeito
do que nunca,
louco poetizando
para a fumaça
de nosso louco
conluio!
Você é mais louca
do que eu?
Eu sou mais louco
do que você?
Tanto faz,
entre as tuas pernas
cada questão
na qual fico
a loucamente meditar
é fumaça que se
esvai...

Inominável Ser
LOUCA
FUMAÇA
QUE POETIZA




0 Românticos Aqui Se Revelaram: