Amores Diurnos Inomináveis,

Sacuda Seus Cabelos Ao Sol

18:00:00 Inominável Ser 0 Comments



Aproveite cada benção solar,
cative o Astro-Rei
como amável
Filha Solar!

Olhe,
A Carruagem De Apolo
irrompe no firmamento!

Olhe,
Apolo sorri
te doando poder!

Olhe,
O Apolíneo
é dado a você!

Sacuda seus cabelos
ao sol,
Deuses agradecerão!

Sacuda seus cabelos
ao sol,
Deusas abençoarão!

Sacuda seus cabelos
ao sol,
O Deus
E A Deusa
Te Erguerão 
Ao Templo
Do Cósmico Romance
Maior!

Beije-a,
Sol!

Beije-a,
Sol!

Beije-a,
Sol!

Uma Filha
Das Manhãs
Merece Sempre
Reinar!

Inominável Ser
UM FILHO
DO SOL





0 Românticos Aqui Se Revelaram:

Angústia,

Toda Vez

20:33:00 Inominável Ser 0 Comments


Elizabeth Minto Das


Toda vez que paro
Diante das horas
Para buscar um canto
Onde meditar possa
Vem muito violenta
A energia de tua
Essência

Toda vez que vou
Meditar sobre as presenças
Que sinto agitadas
Em incoerentes ocorrências
Dentro do mundo
Onde me escondo
Vem ainda
Mais violenta
A rítmica harmonia
Da tua dança

Toda vez que alcanço
Um novo estado
De alta consciência
Faço proliferar
A sandice mui sagrada
Que incondicionalmente
Me sacode
Com extrema violência
Na redundância
Da tua banda

Toda vez que impulsiono
Toda velocidade
No andamento
De cada coisa
Que tenta me parar
Diante de precipícios
Uma tempestade
De suprema violência
Me abate diante
Da onipresença
Onisciente
Onipotente
Do teu olhar

Toda vez
É isto

Toda vez
É aquilo

Toda vez
É tudo assim

Toda vez
É algo assim

Toda vez
É esse teu olhar
Que me faz lembrar
De cada perigo
Representado
Pelo apego

Toda vez
Que penso em
Não me apegar

Toda vez
Que admito que não
Devo me apegar

Toda vez
Que juro que
Não vou me apegar

Toda vez minto
Ontem
Hoje
Amanhã

Toda vez me apego
Apenas a uma mentira
De algo que
Nunca
Ocorre
Ocorreu
Ocorrerá

Toda vez
Seus olhos
Me envolvem
E apenas observam
Meu Eu
Até o fundo
Deste abismo
Que trago aqui
Dentro do meu
Ser

Toda vez
Os seus olhos

Toda vez
Seus penetrantes olhos

Toda vez
Seus possantes olhos

Toda vez
Seus vigilantes olhos

Toda vez
Seus viajantes olhos

Toda vez

Toda vez

Toda vez

Toda vez

Toda vez

Toda vez

Toda vez

Toda vez

Toda vez

Passo menos
A te entender
E me enrosco
Nos labirintos
De teus olhos

Inominável Ser
ENROSCADO
TODA
VEZ




0 Românticos Aqui Se Revelaram:

Amor,

Tudo Aqui

20:46:00 Inominável Ser 0 Comments


Tudo aqui é parte
De um sonho antigo
No qual navego
Muito mais vivo
Nas ondas de teus
Olhos

Tudo aqui é arte
Onde suas pinturas
Nascem vivamente
Das nascentes cores
De teu rosto ao
Sorrir

Tudo aqui é sorte
Em um jogo nobre
Onde tudo fala
Sobre pequenas
E grandes amáveis
Jogadas

Tudo aqui é torre
Erguida bem acima
Das terras que
Pronunciam seu
Único nome entre as
Montanhas

Tudo aqui é véu
Que procura ocultar
Aos profanos olhos
A verdadeira imagem
Que é a tua
Verdade

Tudo aqui é céu
Onde tu podes
Sobre mim voar
Como o mais belo
Dos pássaros cantantes
Acima dos florescentes
Campos

Tudo aqui é luz
Na qual tuas sombras
Podem dançar
Nas grandes paredes
Dos imensos templos
Que me ensinam teu
Tempo

Tudo aqui é primordial
Onde nos afastamos
Do social
E nos envolvemos
Nos primais desejos
Que atestam nosso
Ser

Tudo aqui é você
Uma singela senhora
Dentro das Trevas
Minhas amadas Trevas
Vossas amadas Trevas
Nossas amadas
Trevas

Tudo aqui

Tudo aqui

Tudo aqui

Tudo aqui

Tudo aqui

Tudo aqui

Tudo aqui

Tudo aqui

Tudo aqui

Tudo aqui
Expressando
Teu nome
Tua enchente
Tua chama
Tua cama
Tua onda

Tudo aqui
Imprimindo
Teu Eu
Tua Alma
Teu Espírito
Tua Mente
Tua Carne

Em mim

Inominável Ser
COM ELA
AQUI




0 Românticos Aqui Se Revelaram:

Kosmos,

O Todo Em Uma Mulher

21:07:00 Inominável Ser 0 Comments



Todas as luzes,
Todas as sombras,
Todos os perigos,
Todas as salvações:

Você!

Todas as dádivas,
Todas as maldições,
Todas as orações,
Todas as pragas:

Você!

Todos os danos,
Todas as reformas,
Todas as formas,
Todas as fôrmas:

Você!

Todos os sons,
Todos os tons,
Todos os rumos,
Todas as paradas:

Você!

Todas as armas,
Todas as aulas,
Todas as palmas,
Todas as vaias:

Você!

Todos os substantivos,
Todos os provérbios,
Todos os pronomes,
Todos os adjetivos:

Você!

Todos os mares,
Todos os vulcões,
Todas as montanhas,
Todos os montes:

Você!

Todos os lares,
Todos os bares,
Todos os ares,
Todos os ases:

Você!

Todas as marchas,
Todas as guerras,
Todos os gritos,
Todos os silêncios:

Você!

Todas as horas,
Todas as honras,
Todas as amarras,
Todas as alianças:

Você!

Todas as estrelas,
Todos os sóis,
Todas as luas,
Todos os planetas:

Você!

Todos os solos,
Todos os selos,
Todos os sebos,
Todos os sensos:

Você!

Todas as histórias,
Todas as músicas,
Todos os poemas,
Todos os contos:

Você!

Todas,
Todos,
Tudo,
Todo:

Você!

Você!

Você!

Você!

Você!

Você!

Você!

Você!

VOCÊ!!!

Inominável Ser
COM TUDO
NESTE TODO
DE ROMANCE
PARA TODAS
E TODOS




0 Românticos Aqui Se Revelaram: