Natureza,

Na Outonal Terra

18:00:00 Inominável Ser 0 Comments



A Natura se despe
no Outono
e nossas almas chegam
a cair como folhas vivas
no sagrado solo
dos Grandes Amores
Imortais

Em campos coroados
pelos outonais raios
e sobre a relva
crescendo sublime
aos beijos dos
outonais ventos
sorrimos deitados
observando
e sendo observados

Observando
os casais de pássaros
nos céus

Sendo observados
pelos pássaros que
pousam em nós

Observando
o incessante trabalho
das formigas no solo

Sendo observados
pelas formigas que sentem
o nosso cheiro

Observando
o cair da fina chuva de
uma tarde nublada

Sendo observados
por cada gota de chuva
que nos abraça

Observando
os ventos baterem em nós
com os olhos fechados

Sendo observados
pelos ventos
e as vozes deles

Observando
as árvores que dançam
em nosso redor

Sendo observados
pelas árvores cantando
para nós

Observando
os grandes animais terrestres
passarem perto de nós

Sendo observados
pelos animais terrestres
deitados conosco

Observando
as Fadas que se apresentam
a nós

Sendo observados
pelas Fadas que se ligam
a nós

Observando
as Ninfas que correm
atrás da Caçadora

Sendo observados
pelas Ninfas
e pela Caçadora

Observando
os Gnomos trabalhando
no subsolo

Sendo observados
pelos Gnomos que chegam
bem perto de nós

Observando
os Elfos alegremente
em nosso redor a voar

Sendo observados
pelos Elfos fazendo festa
em nossos colos

Observando
os Amigos Invisíveis
que se materializam

Sendo observados
pelos Amigos Invisíveis
que nos acompanham

Observando
toda a Natura em Seu
Excelso Esplendor

Sendo observados
pela Natura com Seu
Eterno Louvor

Observando
O Beijo Criador tocar
a Terra

Sendo observados
pelo Criador ao nos beijarmos
acima da outonal terra

Inominável Ser
NA
OBSERVAÇÃO
E SENDO OBSERVADO
COM ELA




0 Românticos Aqui Se Revelaram: