Angústia,

Chegue Aqui

18:00:00 Inominável Ser 0 Comments


Photo by Szabó Szilárd


Chegue aqui
nada trazendo de estranho
que não seja para mim
o subterrâneo desejo
de minha alma
neste frio que hoje
envolve a cidade

Chegue aqui
para me aquecer
com suas doces risadas
e olhos de fogueiras
que se acendem
a favor da multidão
dos desejos que podemos
ou não realizar

Chegue aqui
com suas vozes tremulantes
que interpretam
meus gemidos
meus sussurros
meus gritos
e meus silêncios
na terra dos
mortos que não
romantizam a existência

Chegue aqui
como a matrona
das minhas necessidades
fora do comum
que tanto engessamento
cobram daqueles
que nunca chegam
aos pontos de partida
ou de chegada
de seus existenciais
momentos

Chegue aqui
junto com o Inverno
que amo
sendo o vento
que permanente vai
ficar em meu redor
me dizendo os nomes
que quero
e não quero
ouvir

Chegue aqui
ajuntando em ti
o douto sabor
das mulheres que
sempre são Verão
multiplicado pelo Inverno
adicionado à Primavera
e expandido pelo Outono
iluminando seres
nada românticos
como eu

Chegue aqui
trazendo o Romance
Da Paz
ou o Romance
Da Guerra

Chegue aqui
trazendo o Romance
Do Alívio
ou o Romance
Do Sufoco

Chegue aqui
trazendo o Romance
Da Alegria
ou o Romance
Da Tristeza

Chegue aqui
trazendo o Romance
Da Certeza
ou o Romance
Da Dúvida

Chegue aqui
trazendo o Romance
Da Rosa
ou o Romance
Da Espada

Chegue aqui
trazendo o Romance
Solar
ou o Romance
Lunar

Chegue aqui
trazendo o Romance
Iniciador
ou o Romance
Final

Chegue aqui
trazendo o Romance
Da Vida
ou o Romance
Da Morte

Chegue aqui
trazendo o Romance
que seja passageiro
ou o Romance
que seja eterno

Chegue aqui
trazendo o Romance
que me transforme
ou o Romance
que me salve

Mas
chegue
eu já não
suporto mais
esta cama fria
sempre morta
sempre vazia
sempre me afundando
em implacáveis
geleiras

Inominável Ser
AGUARDANDO
A CHEGADA
DELA




0 Românticos Aqui Se Revelaram: